A Qi Hai Terapias e Vivências
Serviços
  • Terapias

  • Vivências

  • Tai Chi Chuan

  • Feng Shui

  • Viagem de Transformação

Comunicação
  • Blog

  • Facebook

  • Instagram

  • Google Plus

QUER RECEBER NOSSAS NOVIDADES? 

A defumação no processo de cura

24/01/2019

 

 

Ninguém sabe quando a humanidade começou a usar as plantas
aromáticas. Estamos razoavelmente seguros de que os sentidos do homem
antigo eram bem mais aguçados, e o sentido do olfato foi crucial para sua
sobrevivência. Há evidência do período Neolítico de que ervas aromáticas
eram usadas em culinária e medicina, e que ervas e flores eram enterradas
com os mortos.
A fumaça foi provavelmente um dos usos mais antigos das plantas,
como parte de oferendas rituais aos deuses. Era provavelmente notado que a
fumaça de várias plantas aromáticas tinha, entre outros, efeitos alucinógenos,
estimulantes e calmantes. Gradualmente, um conjunto de conhecimentos sobre
as plantas foi acumulado e passado a centenas de gerações de xamãs.
Os seres humanos têm uma ligação muito forte com as plantas. As
plantas aromáticas têm sido honradas de um modo especial desde os tempos
antigos. Eram utilizadas em rituais religiosos e mágicos, assim como nas artes
curativas. Estas três práticas eram fundamentais para a existência humana
(ainda hoje continuam sendo).
As grandes civilizações desaparecidas do Oriente Médio e do Mediterrâneo
glorificavam os aromas, que faziam parte de suas vidas.
A Fumaça de limpeza é a mais antiga e é também a mais popular do
meio xamânico, para purificar pensamentos, sentimentos e espíritos. O
efeito é sempre melhor, se utilizarmos o material apropriado, conchas e
turíbulos com carvão.
Apenas por vivenciar nosso dia-a-dia podemos atrair energias, não
procuradas, para achar um lugar em nossos corações. As frustrações, ciúmes,
raiva, inveja, etc, que atacam os humanos. Então é necessário limpar a nós
mesmos de tempo em tempo, e, mais especialmente, antes de irmos para um
trabalho com qualquer poder medicinal. Nossos irmãos verdes, as plantas, tem
o poder de limpar o coração,mente, corpo, espírito.
A fumaça restabelece equilíbrio e harmonia transformando a energia
através do fogo e purificando com essência de uma planta. Cria um processo
físico, pensamento externo, espelho interno ou processo espiritual de equilíbrio
e restauração de harmonia.
Colocar a erva numa concha de abalone (ou outra) ou numa casca de
coco, simbolizando o Elemento Água. A própria erva representa o Elemento
Terra. O Elemento Fogo é representado por ele próprio no momento da
queima. A defumação é abanada por uma pena representando o Elemento Ar.
Evoque o Espírito da Erva, solicitando seus poderes de limpeza.
Vamos conhecer algumas de outras culturas:

Copal: Era usada ritualisticamente por séculos. Os pedaços cristalizados da
resina copal são colocados no carvão de lenha ardente que produz um
fumo grosso, doce. A resina do Copal é queimada em cerimônias de
proteção, limpeza e de purificação. A resina é extraída de um pinheiro que
cresce no México. Segundo as antigas lendas dos Maias, o copal foi
extraído da árvore da vida que o Deus da Terra, presenteou para a
humanidade em forma do sangue vital. É muito procurada por diversas
tribos indígenas da América Central, fazendo parte de todas as rituais

xamânico. Mirra: Esta resina ajudar a um manter um estado do
alinhamento. Também conecta um ao espírito da juventude. Para
espiritualidade, magia, meditação, paz, proteção, purificação. Tem sido
utilizada desde a antiguidade para inspirar oração e meditação e para
fortalecer e revitalizar o espírito.Tem uma qualidade misteriosa e sedutora.
Auxilia na expansão da consciência, da realidade espiritual por traz do
cotiano. Acalma os medos e as incertezas com relação ao futuro. Olíbano:
Juntamente com a Mirra, já foi considerado valioso como o ouro (Ouro,
incenso e mirra). Usou-se para embalsamar os corpos dos faraós . Esta
resina é usada para limpeza e para proteger a alma. Usado para suavizar
depressão e promover clarividência. Queimar a resina de Olíbano invoca
uma sensação de prazer e eleva o Espírito para um sentimento
aconchegante e de prazer. Há séculos o Olíbano é queimado. Ele nos faz
lembrar a maravilhosa historia dos Três Reis magos trazendo presentes de
Olíbano mirra e ouro para o bebê Jesus como reconhecimento de sua
divindade! Esses presentes trazidos pelos Reis magos eram incensos
altamente valiosos por sua fragrância e efeito em nosso Espírito.A resina de
Olíbano tem algo de especial ela fala de séculos de devoção, inspiração
Espiritual beleza harmonia e fé. Olíbano e Mirra formam um par bem
harmonioso. Mirra representa os princípios da feminilidade, à resina de
Olíbano de boa qualidade é atribuída as forças masculinas. A resina
amarga e aromática da Mirra desenvolve, durante a queima, um aroma
doce e balsâmico Palo Santo (Pau-Santo):Conhecido também como a
madeira sagrada é um incenso aromático de madeira natural usado por
séculos pelos Incas como um remédio espiritual para purificação e limpeza
e para proteção contra maus espíritos. Segundo Camilo Anguita, a origem
do o origem do Palo Santo é muito antiga. Era usada pelos Incas em seus
rituais e cerimônias espirituais. Para que a madeira de palo santo tenha
ótimas qualidadades a árvore deve estar morta há ao menos dez anos por
causas naturais, tornando-o ecologicamente correto. Está comprovado que
se corta uma madeira do bosque, ela quase não tem aroma. Pétalas de
Rosa: Produz um forte, quente e aromático perfume. Excelente para
meditação, adivinhação. Aumenta a capacidade psíquica e conecta-se com
seres de outras dimensões, possibilitando a comunicação.Também são
tradicionalmente ligadas ao amor, conferindo paz, estimulando apetites
sexuais, para encontrar a beleza. Salvia Branca: Para limpar maus
sentimentos, más influências, para bloquear a entrada de maus
espíritos.Purifica os objetos cerimoniais. Eugenio Carlos acrescenta que os
índios norte-americanos dizem que a fumaça da sálvia branca é para
purificar o corpo, lugares e objetos pessoais. Por esta razão ela é muito
sagrada para muitas tribos. Algumas tribos colocam pedaços de sálvia
branca na fogueira na convicção de que a planta purifique o próprio fogo.
Em algumas cerimônias dos índios Dakota, um galho de sálvia branca é
colocado atrás da orelha para que os espíritos possam reconhece-
lo.Oferece a força, a sabedoria e a clareza da finalidade  Tabaco:Sem
dúvida uma unanimidade em todas as práticas xamânicas, para purificação,
limpeza, proteção, elevação, agradecimento aos espíritos da natureza,
exorcismo, bênçãos, passes. O tabaco é uma planta de grande ajuda.
Utilizada para defumação ou no Cachimbo Sagrado, ele pode, trazer novos
começos para quem quer que o esteja usando ou para quaisquer projetos

ou lugares para o qual ele é queimado Acredita - se que o Tabaco abre a
porta entre a Terra e o Universo do Espírito é usada em muitas maneiras
pelos povos nativos. Se lhe oferecerem tabaco ritualisticamente, aceite, pois
esse ato é sagrado .Para limpeza o tabaco não precisa ser fumado, pode
ser colocado em conchas, turíbulos.

Algumas purificações são feitas com bastões de ervas, nas próprias
brasas da fogueira cerimonial e em turíbulos, com resinas, pó de sândalo,
tabaco e Pau-Santo.
O Tabaco, além da purificação, é usado para dar agradecimentos. É
oferecido às pessoas idosas na troca para o conselho e a informação. É
oferecido também aos espíritos e guardiões
Muitas outras ervas são usadas ao redor do mundo para esse fim. O
simbolismo da cerimônia com fumaça é a purificação do espaço e dos
participantes, banindo todas as energias não desejadas. Uma boa pratica de
purificação também envolve os instrumentos cerimoniais. Enquanto as ervas
vão se iluminando o aroma perfumado alcança suas narinas. As nuvens de
fumaça levantam com a pena .
O Corpo fica coberto com a fumaça perfumada, respira-se
profundamente, inalando os efeitos. Enquanto a fumaça abaixa em torno de
seu corpo, afeta sua pele e sentidos. Você percebe ficar relaxado, limpo,
abençoado mesmo. Sua vida interna é tocada; suas emoções e memórias
agitam.Os pensamentos acalmam, inicia-se um relacionamento diferente com
seus arredores e cria-se o ambiente propício para o trabalho espiritual.
Fonte de referência deste artigo nos estudos do pesquisador Eugênio
Carlos

Compartilhe no Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

AROMATERAPIA: MARAVILHA DOS CHEIROS

25/04/2018

1/1
Please reload

Posts Recentes

09.03.2019

Please reload

Arquivo